As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ronaldinho, show ou firula?

Adriana Plut

13 de junho de 2006 | 14h17

Estamos no Estádio Olímpico de Berlim para Brasil x Croácia, ao lado de um monte de jornalistas estrangeiros. A expectativa é em cima de Ronaldinho Gaúcho, o astro do momento. Não poderia ser diferente. Ele é craque, malabarista, simpático, alegre e humilde. E espero que arrebente na Copa. Mas confesso que não estou 100% otimista. Não sou tão burro a ponto de negar sua genialidade. Mas, desde o primeiro treino em Weggis, há distantes três semanas, acho que ele tem ousado pouco, dado poucos chutes a gol e driblado pouco. Parece ter se transformado na celebridade que não pode errar. E, por isso, quase não ousa, não arrisca. Tem se ‘limitado’ a dar passes (claro que muitos decisivos) e a fazer jogadas bonitinhas, mas ordinárias. Quando disse isso na rodinha de amigos, fui xingado por alguns. Muitos têm certeza de que ele se poupou na fase de preparação e agora, sim, vai jogar seu futebol. Não sei…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.