As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Salve o futebol

Luiz Zanin Oricchio

22 de junho de 2010 | 18h00

A gente tem de pensar nas nossas preferências, mas tem de pensar também no futebol. No bem do futebol.  Mesmo os mais anti-portenhos não conseguiriam secar a Argentina contra a Grécia. Que futebol feio, o dos gregos! Não dá para entender como ganharam uma Eurocopa contra o Portugal de Felipão. Lances toscos e a maior inapetência pelo ataque. Estavam sendo desclassificados e não arriscavam ir à frente. A bola pune, como diz Muricy.

Não vi o outro jogo, mas acompanhei alguns dos melhores (!?) lances. Vi chances de gol inacreditavelmente perdidas pela Nigéria. Uma delas, debaixo das traves. Um amigo santista lembrou que parecia lance do Cléber Pereira em seus melhores (piores) momentos.  Pena para a África, que está apresentando um mau futebol na primeira copa realizada no continente.

E sorte para a Argentina, que pega o México nas oitavas. Para os hermanos, pode não ser uma carne assada, mas é muito melhor do que a outra alternativa, o Uruguai. Esse sim seria um jogão. Pelo menos para nós, que o acompanharíamos de fora. Agora o Uruguai pega a Coreia. Tem tudo também para avançar.

E, assim, a Copa da África vai se transformando, cada vez mais, na Copa dos sul-americanos.

Tudo o que sabemos sobre:

ArgentinaCoreia do SulNigériaUruguai

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.