São Paulo dá o grande vexame no início do Paulistão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

São Paulo dá o grande vexame no início do Paulistão

André Rigue

17 de janeiro de 2010 | 21h33

.lusa

A primeira rodada do Campeonato Paulista foi marcada por muitos gols: 34 no total, média de 3,4 por partida. Dos clubes grandes, o Palmeiras goleou, o Santos venceu bem e o Corinthians empatou fora de casa. O São Paulo foi o único a decepcionar com a derrota para a Portuguesa no Morumbi.

O São Paulo contratou jogadores experientes para a disputa do Paulistão e da Libertadores – entre eles Marcelinho Paraíba. O rendimento do time no segundo tempo do jogo, no entanto, ficou abaixo da média. De duas uma: ou é o reflexo do início de temporada, ou é o fato de o clube ter jogadores acima de 30 anos – Washington também pouco rendeu.

A Portuguesa tem um bom time e deve brigar por uma vaga nas semifinais. Botafogo, Ituano e Bragantino também devem dar trabalho, assim como Ponte, Santo André e São Caetano.

O Palmeiras foi o clube grande que teve a melhor estreia. Passeou sobre o fraco Mogi Mirim e fez 5 a 1. Completo, o time alviverde é forte. O problema de Muricy Ramalho é que ele não tem um plantel para fazer substituições quando precisar.

O mesmo ocorre com o Santos. Apesar da vitória sobre o Rio Branco e da estreia de Giovanni, o time da Vila pode sofrer ao longo do Paulistão se perder jogadores. De destaque, fica a habilidade do meia Paulo Henrique Lima de chutar de longe.

Já o Corinthians se deu ao luxo de poupar seus principais jogadores e conquistou um empate diante do estreante Monte Azul. Mano Menezes deve utilizar o Estadual para fazer o time ganhar ritmo para a Libertadores. Mesmo assim, o Corinthians deve brigar pela vaga na semifinal quando contar com seus principais atletas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: