São Paulo x Atlético-MG: onde assistir, escalação, horário e classificação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

São Paulo x Atlético-MG: onde assistir, escalação, horário e classificação

Confronto de líder e segundo colocado agitada a rodada do Campeonato Brasileiro

Daniel Batista

15 de dezembro de 2020 | 08h40

Clima de decisão no Morumbi. O líder São Paulo recebe o Atlético-MG nesta quarta-feira, às 21h30, em uma partida que pode fazer com que o time tricolor dispare na liderança ou que a equipe mineira se aproxime ainda mais da ponta da tabela. O confronto, válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, terá transmissão na TV aberta e no pay-per-view.

ONDE ASSISTIR

São Paulo x Atlético-MG terá transmissão ao vivo pela TV Globo para São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Amapá, Roraima, Acre, Rondônia, Amazonas, Pará, Maranhão, Alagoas, Sergipe, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal. Também é possível assistir pelo canal Premiere e o Estadão fará tempo real.

São Paulo x Atlético-MG: onde assistir ao vivo e escalação

São Paulo x Atlético-MG: transmissão ao vivo

ESCALAÇÃO

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes e Gabriel Sara; Pablo (Tchê Tchê) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz

Atlético-MG: Everson; Guga, Gabriel, Junior Alonso, Guilherme Arana; Allan, Alan Franco (Zaracho), Hyoran; Savarino, Vargas e Keno. Técnico: Jorge Sampaoli

HORÁRIO

A partida será disputada às 21h30 desta quarta-feira, horário de Brasília.

CLASSIFICAÇÃO

O São Paulo lidera o Brasileirão com 50 pontos, quatro a mais que o Atlético-MG, que aparece na segunda posição. O Flamengo, com 45, também está perto e de olho a partida.

Na rodada passada, o São Paulo perdeu sua sequência de invencibilidade e foi derrotado pelo rival Corinthians por 1 a 0, na Neo Química Arena. Já o Atlético-MG derrotou o Athletico-PR por 1 a 0, na Arena da Baixada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.