As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Seleção brasileira precisa ser resgatada

André Rigue

21 de agosto de 2008 | 19h53

Dunga fracassou. Em Pequim, o técnico mostrou que não tem condições de comandar o Brasil na Copa do Mundo de 2010. A seleção apresentou um futebol apático, cheio de ‘frescuras’. Reflexo de um treinador que se submeteu aos “mandos e desmandos” de Ricardo Teixeira, que empurrou Ronaldinho Gaúcho goela abaixo.

Nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa, o Brasil ocupa a modesta quinta posição. Muito pouco para um País que tem jogadores de qualidade acima dos rivais. Ou será que a seleção chilena, quarta colocado, possui um time superior aos brasileiros?

A questão que fica é a seguinte. Se Dunga cair, quem deve assumir a seleção? Ricardo Teixeira vai querer alguém de “sua confiança”. Vanderlei Luxemburgo tem os seus problemas, mas pelo menos sabe organizar um time em campo. Muricy Ramalho, outro bom nome, não faz o “tipo” do presidente da CBF.

Aconteça o que acontecer, o futuro da seleção precisa ser definido rapidamente. Do contrário, corremos o sério risco de ficar fora do Mundial na África do Sul. Essa história de que “o Brasil nunca vai ficar fora da Copa” não existe. Se brincar com fogo, a seleção brasileira se queimará. E Ricardo Teixeira está com uma caixa de fósforos na mão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.