As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sete corintianos presos e um ônibus quebrado

Estadão Esportes

28 de junho de 2012 | 13h19

Por Fábio Hecico, enviado a Buenos Aires

O sonho de ver o Corinthians disputar a primeira final da Libertadores virou um pesadelo para alguns torcedores que se aventuraram a viajar a Buenos Aires de ônibus.

Sete torcedores do Corinthians foram presos após a partida contra o Boca Juniors porque dispararam sinalizadores em direção ao campo, o que era proibido. A própria diretoria do Boca havia pedido para sua torcida não levar sinalizadores para o jogo.

Após a prisão dos sete torcedores, corintianos que também estavam na caravana foram, de ônibus, ao hotel do Corinthians em Buenos Aires para pedir aos dirigentes que intercedessem no caso. Os cartolas disseram que não havia nada o que fazer.

Para piorar, o ônibus que levou os torcedores ao hotel onde está a delegação do Corinthians quebrou. Agora, todos estão à espera de um mecânico. Esse ônibus levaria os torcedores até a divisa com o Brasil, onde eles trocariam de veículo.

Os torcedores presos em Buenos Aires não tem previsão para serem liberados. Os que não foram presos prometeram fazer uma “vaquinha” para que os infratores voltassem ao Brasil de avião.

Tudo o que sabemos sobre:

Corinthians; Copa LIbertadores

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.