Veja os melhores momentos do Prêmio Laureus no Rio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Veja os melhores momentos do Prêmio Laureus no Rio

valeriazukeran

11 de março de 2013 | 18h16

Os repórteres do Estadão Tiago Rogero e Leonardo Maia estão no Teatro Municipal do Rio acompanharam o Laureus, cerimônia que premiou os melhores atletas de 2012. Foi a primeira vez que o evento veio ao Brasil. Alguns dos melhores atletas do mundo participaram do evento. A apresentação foi do ator norte-americano Morgen Freeman. Da redação, em São Paulo, Valéria Zukeran.

21h42
Morgan Freeman se despede e agradece a todos os responsáveis pela edição brasileira do Laureus.  E faz uma brincadeira com seu sonho infantil de ser piloto da Stock Car. A próxima edição do evento será no ano que vem Também no Rio.

21h34
Integrantes do Laureus falam sobre Sebastian Coe.

21h29
Sebastian Coe é homenageado pelo Laureus pela carreira.  O ex-corredor, responsável pela organização dos Jogos de Lodnres no ano passado, foi um dos grandes rivais do brasileiro Joaquim Cruz.

21h16
Usain Bolt foi o vencedor. Ele ganhou pela conquista do bicampeonato nos 100 m, 200 m e revezamento 4 x 100 metros.  Ele não está no Brasil mas agradeceu via vídeo o prêmio entregue pelo ex-velocista Michael Johnson. Ele promete vir ao Brasil em busca de tricampeonato nos Jogos do Rio. Diz estar aprimorando sua largada para ter uma ótima performance em 2016.

21h13
Boris Becker apresenta o prêmio de melhor atleta masculino do ano. Quem vai ganhar o prêmio principal?

21h03
Sanchez lembrou da mãe e da avó, que morreu pouco antes das semifinais da Olimpíada de 2008,  e das dificuldades que passou durante a infância ao lado de ambas.  Conta que queria ganhar a medalha e o bicampeonato olímpico para homenagear a avó em Pequim. Não conseguiu na ocasião mas 4 anos depois, em Londres, venceu novamente. ‘Eu e meu técnico éramos os únicos que acreditávamos naquele retorno’, relembra. ‘Voltar e ganhar a medalha de ouro é uma conquista muito especial.’

21h00
O vencedor foi  para o norte-americano naturalizado dominicano Felix Sanchez que, aos 35 anos, ganhou os 400 m com barreiras na Olimpíada de Londres, repetindo feito de 2004, em Atenas.

20h54
O boxeador Vitali Klitschko apresenta o prêmio de melhor retorno.
20h51
Apresentação de capoeira mostra um pouco da cultura brasileira no Prêmio Laureus. 

20h50

Emerson Fittipaldi é integrante do Laureus e uma ausência sentida no evento no Rio. Seu pai, Wilson Fittipaldi, o Barão, morreu na manhã desta segunda-feira.

20h50
Bebel Gilberto faz apresentação musical. Canta So Nice, bossa nova em inglês.

20h45
O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), comemorou o feito de Daniel Dias.  ‘Acompanhamos o crescimento dele como atleta desde o início de sua carreira e vê-lo reconhecido como um dos melhores do planeta pela segunda vez, coroa, também, o trabalho feito pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. Daniel já serve de inspiração para milhares de jovens com e sem deficiência no mundo todo e deve ser a cara dos Jogos Rio-2016’, diz o presidente da entidade, Andrew Parsons.

20h42
O britânico Andy Murray ganhou o prêmio por sua conquista no US Open e ouro individual e prata em duplas mistas na Olimpíada de Londres. O tenista não está no Rio porque está disputando o torneio de Indian Wells. ‘Foi o melhor ano da minha carreira’, relembrou o britânico que agradeceu via vídeo.

20h39
A atriz Maggie Cheung apresenta o prêmio de ‘Superação”. Torcida brasileira para Neymar, que participa da disputa.

20h36
Ao receber o prêmio de melhor atleta feminina do ano da ex-ginasta Nadia Comanecci, Jessica relembra a carreira e seu início aos 10 anos.

20h33
A vencedora foi a heptatleta Jessica Ennis.

Jessica Ennis – Marcos de Paula/Estadão

20h31
A atriz Eva Longoria, ex-mulher do jogador francês de basquete, Tony Parker, apresenta melhor atleta feminina do ano.

20h30
Freeman provoca uma brincadeira com Phelps sobre ele ser mais rápido na piscina ou no golfe. O golfe ganhou por pouco.

20h26
Phelps recebe uma homenagem do ex-nadador norte-americano Mark Spitz, que até a Olimpíada de Pequim era o atleta que havia conquistado o maior número de medalhas em uma mesma olimpíada, sete, em Munique, 1972.  Phelps ganhou oito na China.

20h22
Phelps agradeceu o prêmio recebido. ‘Eu fiz tudo o que eu gostaria de fazer no Esporte’, disse.  ‘Mas existe muito mais o que eu posso fazer fora das piscinas’. O ex-nadador fala de sua fundação para melhorar vida de crianças e da experiência que teve recentemente de mostrar a natação nas favelas brasileiras.

Michael Phelps – Marcos de Paula/Estadão

20h18
O ex-remador Steve Redgrave apresenta Michael Phelps que recebeu o prêmio por Conquista Excepcional. São 22 medalhas olímpicas na carreira, 18 de ouro. Ele é o maior atleta da história dos Jogos.

20h14
A atriz brasileira Morena Baccarin apresenta o programa ‘Esporte para o Bem’, promovido pelo Instituto Laureus.

20h12
‘Difícil explicar chegar ao ponto que cheguei. Sei que tenho muito mais a dar pelo esporte’, disse Daniel, que agradeceu à Deus, aos pais, a esposa e aos patrocinadores pela conquista.

Daniel Dias – Marcos de Paula/Estadão


20h07

O Brasil venceu!!!!! Daniel Dias é escolhido pela segunda vez vencedor do Laureus de melhor atleta com deficiência.  Suas seis medalhas de ouro com cinco recordes mundiais o credenciaram à conquista.

20h05
A modelo Fernanda Lima e o ator Cauã Raymond, em inglês, apresentam o prêmio de melhor atleta com deficiência. Torcida para o Brasil que tem Alan Fonteles e Daniel Dias na disputa.

20h04
O Coral Infantil da Rocinha canta Cidade Maravilhosa

19h51
Os vencedores não estão no Brasil e agradeceram o prêmio em imagem gravada dos Estados Unidos.

19h50
O time europeu de golfe que ganhou a Riders Cup em competição realizada nos Estados Unidos, foi anunciada a vencedora da categoria melhor equipe.

19h48
O ator Kyle MacLachlan, de Twin Peaks, apresenta o prêmio de melhor equipe de 2013

Zico e Cafu – Marcos de Paula/Estadão

19H45
O paraquedista austríaco Felix Baugartner foi o vencedor. Ele saltou da estratosfera no ano passado, quebrando a barreira do som no salto.

Felix Baumgartner – Marcos de Paula/Estadão

19h31
Michael Phelps vai entregar o prêmio de melhor atleta de esportes de ação.

Michael Phelps – Marcos de Paula/Estadão

19h27
Evento faz apresentação em vídeo de alguns dos melhores momentos esportivos da temporada. A trilha sonora é Titanium, de David Ghetta

19h21

Morgan Freeman entra em cena para iniciar a cerimônia propriamente dita.

19h20
Governador do Rio, Sérgio Cabral, dá boas-vindas aos participantes do Prêmio Laureus em inglês.

19h12
Começa a edição 2013 do Prêmio Laureus. Os integrantes da academia sobem ao palco. São ícones do esporte. O presidente é o ex-atleta norte-americano Edwin Moses, bicampeão olímpico nos 400 metros com barreiras em 1976 e 1984. Vale lembrar que ele não disputou os Jogos de 1980 por causa do boicote à União Soviética.

18h55
‘Não sei se vou ganhar mas o que importa é estar participando desse evento do Esporte’, diz Neymar sobre sua particpação no Laureus. Ele admite que espera poder tirar foto com alguns ídolos do esporte durante o evento.

Neymar -Marcos de Paula/Estadão

Neymar -Divulgação/Laureus

18h50
Entre os atletas de ação os indicados são: o paraquedista Felix Baumgartner (Áustria), os surfistas Joel Parkinson e Stephanie Gilmore (Austrália); a mountain-biker Julie Bresset (França), o windsurfista Philip Köster (Alemanha) e o ciclista de BMX Jamie Bestwick (Reino Unido).

18h45
Uma das disputas mais esperadas é a da melhor equipe do ano. Os indicados são a equipe olímpica de tênis de mesa da China, o time europeu da Ryder Cup de golfe; o time de basquete da NBA do Miami Heat; a equipe Red Bull de Fórmula 1; a seleção espanhola de futebol e a seleção norte-americana masculina de basquete.

18h40
Entre as categorias do Laureus estão a de melhor retorno. Os indicados são o fundista Tirunesh Dibaba ( Etiópia); o golfista Ernie Els ( África do Sul); o time de golfe da European Ryder Cup; a ciclista  Anna Meares (Austrália); o atleta Felix Sanchez (República Dominicana) e a equipe olímpica alemã de oito do remo.

18h30
Daniel Dias está extremamente feliz em estar na competição no Rio. ‘Espero que o título fique no Rio, seja comigo ou com o Alan (Fonteles), diz o brasileiro que compete entre os atletas com deficiência.

18h25
O Brasil tem dois indicados na categoria atletas com deficiência. Alan Fonteles compete por sua vitória nos 200 metros categoria T44 (biamputados membros inferiores) da Paralimpíada de Londres derrotando o sul-africano Oscar Pistorius em uma batalha épica. Outro atleta do País indicado foi o nadador Daniel Dias, que ganhou seis medalhas de ouro com cinco quebras de recorde mundial também nas categorias s5 e SB4 (para atletas com deficiência nos membros inferiores e superiores) em Londres. Ele já conquistou um Laureus.  Os outros adversários são o jogador de basquete em cadeira de rodas canadense Patrick Anderson, que voltou da aposentadoria para o ouro paralímpico; Johanna Benson, que ganhou o primeiro ouro da Namíbia nos 200 metros categoria T37 (atletas com paralisia cerebral); o ciclista em cadeira de rodas britânico David Weir, que ganhou quatro ouros em Londres e o ex-piloto de fórmula 1 italiano e agora ciclista de mão de estrada paralímpico Alex Zanardi, que ganhou dois ouros e uma prata em Londres.

18h20
O Brasil tem indicados em duas categorias. O jogador do Santos Neymar faz parte da competição na categoria ‘Superação” (Breakthrough) por chegar ao centésimo gol aos 20 anos e ser comparado a Pelé. Seus adversários são  o nadador francês Yannick Agnel, que ganhou dois ouros e uma prata nos Jogos de Londres, a ginasta norte-americana Gabby Douglas primeira mulher negra a vencer a competição olímpica geral individual e geral por equipes em Londres; Kirani James que ganhou a primeira medalha de ouro olímpica da história de Granada nos 400 metros dos Jogos de Londres; o tenista britânico Andy Murray, que ganhou o US Open e ouro individual e prata em duplas mistas na Olimpíada de Londres; e a nadadora chinesa Ye Shiwen, ouro nos 200 e 400 metros medley dos Jogos de Londres.

18h15
Entre as mulheres, a hegemonia norte-americana é notória: entre as indicadas dos Estados Unidos estão a tenista Serena Williams, que ganhou o US Open, Wimbledon e dois ouros olímpicos nos Jogos de Londres; a nadadora Missy Franklin, que ganhou quatro ouros e um bronze na Olimpíada; a velocista  Allyson Felix que venceu nos 200 metros, revezamento 4 x 100 e 4 x 400 metros dos Jogos de Londres; e a esquiadora Lindsey Vonn, que ganhou prêmio geral da Copa do Mundo quatro vezes nos últimos cinco anos. Desafiando o quarteto está a a heptatleta britânica Jessica Ennis, campeã olímpica em Londres; e a velocista jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce, bicampeã dos 100 metros nos Jogos de Londres.

18h10
Infelizmente o Brasil não está participando da disputa principal. O jogador de futebol argentino Lionel Messi, que marcou 86 gols no ano passado; o piloto de fórmula 1 alemão Sebastian Vettel, tricampeão mundial de pilotos em 2012;  o nadador norte-americano Michael Phelps, que encerrou a carreira nos Jogos de Londres com 22 medalhas olímpicas das quais 18 de ouro; o ciclista britânico Bradley Wiggins, campeão olímpico da tomada de tempo do ciclismo dos Jogos de Londres e campeão da Volta da França; o velocista jamaicano Usain Bolt, bicampeão olímpico nos 100, 200 metros e revezamento 4 x 100 dos Jogos de Londres; e o fundista britânico Mo Farah , bicampeão olímpico nos 5 e 10 mil metros, são os indicados ao prêmio de melhor esportista do ano.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.