As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Torcida do Boca engole gritos dos corintianos

Robson Morelli

27 de junho de 2012 | 21h18

Por Fábio Hecico e Raphael Ramos, enviados especiais a Buenos Aires

Os goleiros Cássio e Júlio César entraram no gramado da La Bombonera para iniciar o aquecimento e receberam uma vaia monumental. Na tentativa de incentivar seus jogadores, os torcedores corintianos começaram a gritar “Vamos, vamos, Corinthians. É essa noite, teremos de ganhar.”  Os argentinos responderam com um uníssono “Dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe Boca!”

Os corintianos não se intimidaram e começaram a cantar o hino do clube. O grito, no entanto, foi logo abafado pela torcida do Boca, que passou a saudar os seus goleiros – Orión e Souza também subiram ao gramado para fazer o aquecimento.

Na sequência foi a vez de o árbitro chileno Henrique Osses e seus assistentes começarem a fazer exercícios e serem vaiados também. O clima de final começa a esquentar na La Bombonera.

Tudo o que sabemos sobre:

Corinthians; Copa LIbertadores

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: