As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um ‘bad boy’ em busca da redenção

miltonpazzi

13 de março de 2008 | 02h14

Ele confessou que pouco se importa com o profissionalismo, quando sua carreira decolou no meio-campo titular do Vasco da Gama, quando um cruzamento de letra, na final do Carioca de 2003, colocou-o na vitrine do futebol nacional. Confidente que sua habilidade seria suficiente, Léo Lima pouco se importava com treinamentos e, aos poucos, viu sua carreira sucumbir, com passagens apagadas pela Bulgária e Portugal.

Hoje, no Palmeiras, Léo Lima luta para deixar o estigma de “bad boy” de lado e retomar sua carreira; oportunidade única, se pensarmos nas chances que tal jogador já teve e não soube aproveitá-las.

Léo Lima, que às vezes joga de meia, outrora de volante, mostrou que tem condições de ser titular do Palmeiras, já que liderou o time na virada por 2 a 1 diante da Ponte Preta, sem o auxílio de Valdívia e Diego Souza, que cumpriram suspensão automática. O jogador teve participação efetiva nos dois gols palmeirenses e foi aplaudido pela torcida presente no Palestra Itália.

Após a vitória do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo elogiou o jogador, mas foi contundente ao dizer que Léo Lima ainda precisa deixar de lado algumas manias. “Ele fez um jogo maravilhoso, mas ainda tem algumas manias que não pode mais cometer, como tentar dar um toque de trivela num campo encharcado. Eu estou dando esta bronca pública nele porque eu sei do potencial que ele possui, e, se fizer a coisa certa, certamente será um belo segundo volante”, declarou o treinador.

Pela sua atuação diante da Ponte Preta, Léo Lima ganha o direito de ser o destaque, até o momento, da 14.ª rodada do Paulistão. Que ele saiba, desta vez, escolher o caminho certo.

PREVISÃO CONFIRMADA
Como vários amigos deste blog previam, três grandes (Corinthians, São Paulo e Palmeiras) já estão entre os quatro primeiros colocados do Paulistão. Demorou um pouco, mas o “timing” não poderia ser melhor, com o clássico Palmeiras x São Paulo marcado para este domingo, em Ribeirão Preto. Promessa de um grande jogo.

Dentre os grandes, que estão na zona de classificação, a melhor situação é do Corinthians, que tem um caminho mais tranqüilo pela frente e, com uma defesa sólida, não deverá ter problemas para carimbar sua vaga às semifinais. Até acredito que a equipe corintiana consiga a primeira colocação. Mas como eu havia dito no último post, Mano Menezes precisa encontrar uma variação tática para o Corinthians enfrentar times retrancados, problema que ficou evidente diante do Rio Preto. Jogos como este servem de teste para a Série B, pois é este cenário que a equipe encontrará pela frente. Como de bobo ele não tem nada, Mano pensa em opções para tornar o time mais confiável no meio-campo e ataque.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.