Alguém precisa impedir a luta de boxe entre Conor McGregor e Manny Pacquiao

Alguém precisa impedir a luta de boxe entre Conor McGregor e Manny Pacquiao

Irlandês foi espancado em sua luta pelo UFC neste sábado. Um confronto com o filipino, se for para valer, seria um massacre

Wilson Baldini Jr.

24 de janeiro de 2021 | 11h47

 

Alguém precisa impedir qualquer possibilidade de uma luta de boxe de verdade entre Conor McGregor e Manny Pacquiao. Os rumores apontam para um duelo até março. Isso jamais poderá acontecer. Depois vão encher o boxe de críticas, pois será um massacre com grandes chances do irlandês ser gravemente ferido.

Neste sábado, o astro do MMA mostrou toda sua fragilidade em uma disputa de socos diante de Dustin Poirier e apanhou como se fosse um iniciante qualquer. E olha que o garoto é apenas mais um valentão desta modalidade, com um boxe pobre.

Não se pode nem imaginar o que Pacquiao faria para o falastrão irlandês. Não acredito que Pacman se colocaria com a mesma postura de Floyd Maywearther, que, fora de forma, gastou dez rounds para conseguir a vitória, naquele que foi um grande circo. Só se for um evento beneficente para arrecadar dinheiro para pessoas carentes.

Só para esclarecer, a análise é com relação ao boxe. McGregor tem, evidentemente, suas qualidades como lutador de MMA.

Pacquiao, aos 42 anos, está em grande forma e capaz de enfrentar os melhores meio-médios do boxe atual. Melhor encarar boxeadores de verdade como Errol Spence Jr., Shawn Porter, Terence Crawford, etc… Enquanto McGregor deve seguir enganando no UFC…

Tudo o que sabemos sobre:

boxeConor McGregor

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.