Americano algoz de Murata e futuro rival de Esquiva dispara 1.262 golpes para ficar com o título

Americano algoz de Murata e futuro rival de Esquiva dispara 1.262 golpes para ficar com o título

Rob Brant mostrou durante os 12 assaltos que estudou todas as características do japonês e pode´ser um duro adversário para o brasileiro em um futuro próximo

Wilson Baldini Jr.

21 Outubro 2018 | 18h48

 

Ryota Murata saiu da mira de Esquiva Falcão. A nova meta do medalhista de prata em Londres-2012 é encarar o norte-americano Rob Brant, campeão mundial dos médios da Associação Mundial de Boxe.

Brant destronou Murata, sábado, em Las Vegas, ao apresentar uma estratégia muito bem estudada e com uma quantidade de golpes absurda: foram 1.262 golpes deferidos. Mais de 100 socos por round, uma média de pugilistas de categorias bem mais leves. Ryota tentou atingir o adversário 774 vezes.

Em um futuro duelo com Brant, Esquiva vai precisar estar com os braços, cintura e pernas muito rápidos para poder fugir dos contra-ataques em sequência do americano.

Se Murata iria enfrentar Gennady Golovkin no primeiro semestre de 2019, no Japão, o mesmo não se pode dizer de Brant. O lutador asiático, além do cinturão, tinha muito dinheiro para oferecer para o pugilista do Casaquistão.