Antes da luta com Manny Pacquiao, Adrien Broner passa uns dias na cadeia na Flórida

Antes da luta com Manny Pacquiao, Adrien Broner passa uns dias na cadeia na Flórida

Americano se envolve em mais um problema, enquanto filipino informa que faz duas mil abdominais por dia como preparação para a luta de 19 de janeiro

Wilson Baldini Jr.

27 de dezembro de 2018 | 10h46

 

Enquanto Manny Pacquiao posta na internet fotos após fazer duas mil abdominais em seus treinamentos diários para o combate do dia 19 de janeiro, em Las Vegas, Adrien Broner passou alguns dias na cadeia da Flórida antes do Natal. O boxeador pagou fiança e foi liberado.

“The Problem” (O Problema) não se apresentou no início do mês a um tribunal de Miami, por causa de desordem nas ruas, e ainda foi flagrado dirigindo sem carteira e em alta velocidade.

Esta não é a primeira vez que  Broner se envolve com problemas judiciais. Ele também soma vários casos de agressões e brigas.

Talentoso, Broner sagrou-se campeão em quatro categorias (superpena, leve, meio-médios-ligeiro e meio-médio) ante dos 25 anos de idade. Mas depois sua carreira declinou e foram registradas três derrotas e um empate nos últimos dez duelos.

Aos 29 anos, Broner soma 33 vitórias (24 nocautes), três derrotas e um empate.

Broner desafia Pacquiao, campeão dos meio-médios, versão Associação Mundial de Boxe (AMB), desde julho, após vencer o argentino Lucas Matthysse.

Mais conteúdo sobre:

boxeManny PacquiaoAdrien Broner