Ao contrário de Tyson e Jones, Oscar De La Hoya confirma retorno ‘real’ e desafia GGG

Ao contrário de Tyson e Jones, Oscar De La Hoya confirma retorno ‘real’ e desafia GGG

Aos 47 anos, campeão olímpico e dez vezes campeão mundial anuncia desejo de voltar a disputar um título no primeiro trimestre de 2021

Wilson Baldini Jr.

27 de novembro de 2020 | 09h43

 

O ano de 2020 está repleto de coisas estanhas. O boxe não poderia ficar de fora. Uma delas foi o anúncio de Oscar De La Hoya, aos 47 anos, de que vai retornar aos ringues no primeiro trimestre de  2021.

O campeão olímpico em 1992 e dez vezes campeão mundial revelou também que já abriu negociações com Gennady GGG Golovkin, dono do cinturão dos médios da Federação Internacional de Boxe.

GGG luta dia 18 contra o polonês Kamil Zreremeta, em Los Angeles, e pode aceitar a proposta. O boxeador cazaque tem 38 anos e um cartel de 40 vitórias (35 nocautes(, uma derrota e um empate.

Ex-campeão dos superpenas, leves, meio-médios-liogeiros, meio-médios, médios-ligeiros e médios, De La Hoya não luta desde 2008, quando perdeu para Manny Pacquiao. Ele soma 39 vitórias (30 nocautes) e seis derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeOscar De La HoyaGGGMike TysonRoy Jones

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.