Aos 39 anos, Pacquiao nocauteia, vence pela 60ª vez, ganha título mundial e espanta aposentadoria. Viva o Rei!

Aos 39 anos, Pacquiao nocauteia, vence pela 60ª vez, ganha título mundial e espanta aposentadoria. Viva o Rei!

Muita bobagem foi dita sobre a lenda filipina. É preciso cuidado quando se fala sobre pessoas tão importantes. Confira o vídeo da luta Pacquiao x Matthysse

Wilson Baldini Jr.

15 de julho de 2018 | 10h56

Lendas do esporte merecem respeito. Não se pode falar sobre essas pessoas sem responsabilidade. Manny Pacquiao é uma dessas estrelas. Trata-se de um dos maiores boxeadores da história.

Antes de sua luta de sábado contra o argentino Lucas Matthysse, muitos comentários apontavam para um lamentável fim de carreira para o esportista mais importante das Filipinas.

 

É verdade que ele está com 39 anos, não tem mais o ímpeto da juventude, está desgastado pelas inúmeras batalhas que acumulou em mais de duas décadas de carreira, mas ainda é Emmanuel Dapidran Pacquiao,io cara que ganhou títulos mundiais em oito categorias. Merece o maior respeito.

E ele provou mais uma vez suas qualidades em Kuala Lumpur, ao nocautear o argentino Lucas Matthysse no sétimo round. Foi sua 60ª vitória, que lhe proporcionou mais um cinturão, o dos meio-medios da Associação Mundial de Boxe.

Com isso, Pacquiao mantém seu nome em evidência entre os melhores da categoria mais badalada da atualidade. A aposentadoria fica para mais tarde. Já falam em uma luta contra o britânico Amir Khan, na Grã-Bretanha. Seria sensacional.

Manny Pacquiao jamais vai perder a majestade. Viva o Rei!

Se você não viu a luta, afinal a TV brasileira ignorou mais uma exibição de Manny Pacquiao, confira no vídeo abaixo.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeManny PacquiaoLucas Matthysse

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.