Aos 55 anos e aposentado desde 1996, ex-campeão Nigel Benn anuncia retorno aos ringues

Aos 55 anos e aposentado desde 1996, ex-campeão Nigel Benn anuncia retorno aos ringues

Dono dos cinturões dos médios e supermédios, britânico teve a carreira marcada pela dramática vitória sobre o norte-americano Gerald McClellan, em 1995

Wilson Baldini Jr.

25 de setembro de 2019 | 10h22

 

O britânico Nigel Benn vai anunciar, nesta quarta-feira, seu retorno ao boxe, após 23 anos afastado. O ex-campeão mundial dos médios e supermédios está com 55 anos, treina duas vezes por dia e garante estar em forma.

Treinado pelo compatriota Rick Hatton, Benn deve subir ao ringue dia 23 de novembro, em Birmingham. O adversário ainda não está definido, mas o veterano já desafiou dois adversários de sua época: Chris Eubank e Roy Jones Jr.

Benn foi bastante criticado pela imprensa especializada, preocupada com sua saúde. Uma matéria, mais bem humorada, chegou a lembrar como era o mundo em 1996, quando o boxeador pendurou as luvas pela primeira vez.

De 1987 a 1996, Benn lutou 48 vezes como profissional. Ganhou 42 (35 por nocaute), perdeu cinco e empatou uma. Sua maior vitória foi diante do norte-americano Gerald McCllelan. quando venceu por nocaute no décimo assalto. Depois do duelo, o americano passou mal, teve uma hemorragia cerebral e vive até hoje com sérios problemas de saúde. Benn chegou a divulgar que teria tentado o suicídio por causar danos irreversíveis em seu rival.

Veja o treino de Benn.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeNigel Benn

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.