Após a parada da Copa América, quem é o Canelo do futebol brasileiro?

Após a parada da Copa América, quem é o Canelo do futebol brasileiro?

Veja o porquê do Palmeiras ser Floyd Mayweather; o Flamengo, Vasyl Lomachenko e o Grêmio, Manny Pacquiao, enquanto o Corinthians é Anthony Joshua

Wilson Baldini Jr.

08 de julho de 2019 | 14h39

 

 

O futebol brasileiro volta às suas atividades nesta quarta-feira, após a disputa da Copa América. Apesar do título continental conseguido pela seleção de Tite, falta aos clubes nacionais um “Canelo”. Não temos um grande time no Brasil, como temos o grande lutador mexicano no boxe.

O Palmeiras, no máximo, pode ser um Floyd Mayweather: joga (luta) chato, mas ganha todas.

O Flamengo é uma espécie de Vasyl Lomachenko: tem muito talento em campo (quadra), mas ainda falta um grande título.

O Grêmio é Manny Pacquiao: apesar dos jogadores veteranos (idade), sempre continua a beliscar títulos.

O Corinthians é o Anthony Joshua: tem um estádio (físico) bonito, mas o time (queixo) é ruim (de vidro).

O Fluminense é o Tyson Fury: diferente de tudo que está aí.

O Santos é o Teófimo Lopez: jovem ,valente, mas inexperiente.

O Cruzeiro é o Adrien Broner: cheio de problemas dentro e fora de campo (quadra).

O Atlético-MG é o Shannon Briggs: veterano e falador demais.

O Internacional é o Amir Khan: é bom, mas não ganha um título há 40 anos.

O São Paulo é o Julio Cesar Chavez Jr: não se acha nunca.

O Botafogo é o Kell Brook: vive do passado.

O Vasco é o Austin Trout: tem força (nas arquibancadas), mas não ganha de ninguém.

O Fortaleza parece o GGG: está perdendo a força.

Siga a lista. Dê seus palpites. Vale a brincadeira.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeSaul Canelo Alvarez

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: