Após cinco meses de pandemia, SporTV ‘bomba’ UFC e ‘nocauteia’ o boxe em sua programação

Após cinco meses de pandemia, SporTV ‘bomba’ UFC e ‘nocauteia’ o boxe em sua programação

Todos os outros canais esportivos passaram alguma luta histórica neste período em que os arquivos estão sendo usados à exaustão

Wilson Baldini Jr.

08 de agosto de 2020 | 10h13

 

Não dá para entender o motivo do SporTV não passar pelo menos “uma” luta histórica de boxe após cinco meses de pandemia, quando todos os outros canais esportivos reviveram algum duelo neste período em que os arquivos estão sendo usados à exaustão.

Este blog já tentou de várias formas uma explicação, mas ninguém do canal quis informar o motivo. Lógico que deve existir problemas de contrato para lutas como Mike Tyson x Evander Holyfield (mordida) ou outros eventos mais importantes não serem revividos, mas alguns eventos foram do próprio SporTV, com pugilistas brasileiros em ação.

Uma pena. Hoje é sábado e apenas UFC na programação. Aliás, tem UFC sempre. Todos os dias. Com muitas vitórias de brasileiros no passado. Tudo bem que o canal queira “bombar” um de seus produtos, mas não precisava “nocautear” a nobre arte.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeSporTV

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.