Arábia Saudita vai ser a sede da luta entre Anthony Joshua e Tyson Fury

Empresários Bob Arum e Eddie Hearn estudam uma melhor data por causa dos Jogos Olímpicos: 24 de julho, 31 de julho ou 7 de agosto

Wilson Baldini Jr.

20 de abril de 2021 | 10h18

 

A esperada luta entre os pesos pesados Anthony Joshua e Tyson Fury vai ser na cidade de Jidá, na Artábia Saudita. O anúncio foi feito, nesta terça-feira, pelos empresários Bob Arum e Eddie Hearn, que ainda estudam uma melhor data por causa dos Jogos Olímpicos: 24 de julho, 31 de julho ou 7 de agosto.

O duelo, no qual estarão em jogo os cinturões da Associação Mundial de Boxe, Federação Internacional de Boxe, Organização Mundial (pertencentes a Joshua) e Conselho Mundial de Boxe (de Fury), vai ser realizado em um ginásio para 20 mil espectadores.

Os lutadores assinaram contrato para duas lutas. O segundo duelo, previsto para o fim do ano, deverá ser no estádio de Wembley, em Londres, com a expectativa de uma presença de 90 mil pessoas. Em caso de uma vitória para cada um, um terceiro combate poderá ser acertado para o primeiro semestre de 2022.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeAnthony JoshuaTyson Fury

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.