Beatriz Ferreira ganha de venezuelana e é campeã no Mundial Militar de boxe na Rússia

Peso leve (até 60 quilos) teve mais uma bela atuação e venceu por decisão unânime a venezuelana Krisandi Rios Ojeda, em Moscou

Wilson Baldini Jr.

25 de setembro de 2021 | 10h48

 

Em mais uma bela atuação, a brasileira Beatriz Ferreira venceu, neste sábado, por decisão unânime a venezuelana Krisandi Rios Ojeda, em Moscou, e conquistou o título mundial militar.

Bia, prata na Olimpíada de Tóquio, em agosto, mostrou mais uma vez um boxe de alto nível, com combinações rápidas e precisas, sem dar oportunidade para a resistente adversária.

Muito emocionada e vestida com a farda da Marinha, onde tem a patente de sargento, a boxeadora recebeu o troféu e também um belíssimo cinturão.

Sempre com um ritmo forte durante os três minutos de cada um dos três rounds, Bia teve como destaque o upper de direita e os ataques na linha de cintura. Apesar dos inúmeros golpes recebidos, a rival permaneceu firme e exigiu muito da brasileira.

Para ser campeã, Beatriz Ferreira venceu três adversárias: Aizhan Khojabekova, do Cazaquistão, a russa Nune Asatrian e a usbeque Raykhona Kodirova.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeBeatriz FerreiraMundial Militar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.