Bob Arum prepara passagem de bastão de Pacquiao para Lomachenko

Bob Arum prepara passagem de bastão de Pacquiao para Lomachenko

Luta pode ser disputada em abril em um peso combinado

Wilson Baldini Jr.

17 Janeiro 2018 | 14h07

crédito: Youtube

 

 

Aos 86 anos, o lendário Bob Arum prepara uma passagem de bastão entre os seus principais lutadores, que pertencem à empresa Top Rank.

Com a proximidade da aposentadoria do multicampeão Manny Pacquiao, Arum quer armar uma luta, com peso combinado, entre o filipino e o ucraniano Vasyl Lomachenko.

O duelo, que está sendo programado para abril, serviria para encerrar com chave de ouro uma carreira magnífica de Pacquiao, campeão em oito categorias, e colocar Lomachenko, bicampeão olímpico, em destaque mundial. Mas é preciso que Lomachenko vença Pacquiao.

O certo é que a luta chamaria a atenção do mundo do boxe e dividiria as atenções do primeiro semestre com um segundo provável encontro Gennady GGG Golovkin x Saul Canelo Alvarez, além dos duelos entre os pesados Anthony Joshua x Joseph Parker e Deontay Wilder x Luis Ortiz.

Aos 39 anos, Pacquiao não luta desde 2 de julho do ano passado, quando perdeu para o australiano Jeff Horn, em decisão muito contestada, diante de 51 mil pessoas, em Brisbane.

Lomachenko lutou pela última vez em 9 de dezembro, quando derrotou o cubano Guillermo Rigondeaux, por pontos, em Nova York.

Durante a última década, Pacquiao foi a maior galinha dos ovos de ouro de Arum. Mas o tempo passa.