Cuba anuncia volta ao boxe profissional após 60 anos

Cuba anuncia volta ao boxe profissional após 60 anos

Federação revelou acordo com a empresa Golden Ring Promotions e o primeiro evento deverá ser no México, em maio, com os pugilistas disputando lutas de até seis rounds. ESPN transmite

Wilson Baldini Jr.

04 de abril de 2022 | 22h43

 

Após 60 anos, o boxe cubano anunciou, nesta segunda-feira, o retorno ao profissionalismo. A federação local revelou acordo com a empresa Golden Ring Promotions e o primeiro evento deverá ser em maio, no México, com os pugilistas disputando lutas de até seis rounds. A transmissão será da ESPN americana.

Com isso, lendas na nobre arte olímpica como Julio César La Cruz, Arlen López, Roniel Iglesas e Andy Cruz poderão se apresentar pelo mundo e disputar títulos. O governo cubano afirmou que os lutadores vão treinar na capital Havana.

“Há três anos e meio começou uma séria análise que resultou no acordo aprovado e acolhido pela direção esportiva do país e pela Federação Cubana de Boxe com a Golden Ring Promotions, para a representação de Cuba em sua entrada no boxe profissional”, disse Alberto Puig, presidente da Federação Cubana de Boxe. “A contínua preparação esportiva e competitiva dos boxeadores cubanos para seguir representando e elevando o nome do boxe cubano em todas as competições em que participa e o benefício econômico que representa para os boxeadores, comissão técnica e tríade médica que trabalham com a equipe. dos principais objetivos”, concluiu.

“É um privilégio ter alcançado este acordo histórico com as autoridades esportivas cubanas que marcará um antes e um depois no boxe”, disse o promotor Gerardo Saldívar, da Golden Ring Promotions, após o importante acordo. “Vamos procurar colocá-los (os lutadores) no ranking de todas as entidades profissionais de boxe pelas quais temos profundo respeito. Os boxeadores terão todo o apoio das autoridades esportivas cubanas, treinarão em Havana e viajarão para participar de lutas profissionais.”

Desde 1962, o boxe de Cuba se resumiu a disputar apenas campeonatos mundiais e olimpíadas. Foram centenas de medalhas conquistadas, com destaque para os pesos pesados Teófilo Stevenson e Felix Savón

Tudo o que sabemos sobre:

boxeCuba

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.