Boxe supera média de audiência da NBA e NFL. A nobre arte é maior do que você pensa

Boxe supera média de audiência da NBA e NFL. A nobre arte é maior do que você pensa

Lomachenko x López; Crawford x Brook e Taylor x Gutierrez tiveram as maiores audiências do ano. E muito mais vem por aí

Wilson Baldini Jr.

18 de novembro de 2020 | 14h45

 

A nobre arte é muito maior do que você pensa. Nas última semanas, o boxe tem registrado recorde de audiência nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha.

O duelo entre o ucraniano Vasily Lomachenko e o norte-americano Teófimo López teve 2,9 milhões de televisores ligados nos Estados Unidos, em 17 de outubro, enquanto o combate entre o americano Terence Crawford e o britânico Kell Brook foi visto por 2 milhões, mesmo número obtido pela britânica Katie Taylor no Reino Unido na luta contra a espanhola Mirim Gutierrez. Os dois últimos eventos foram em 14 de novembro.

Para se ter uma ideia desses números, a NBA tem em média nos seus jogos transmitidos nos Estados Unidos, 1,9 milhão (2,5 milhões aos sábados à noite), enquanto a NFL alcança 1,29 milhão de aparelhos.

Até o fim do ano ainda tem muito mais. Vem aí, Jacobs x Rosado, Tyson x Jones, Dubois x Joyce, Joshua x Pulev, GG x S zeremeta, Canelo x Smith….

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: