Brasil soma mais uma vitória no Mundial de Boxe, mas perde a primeira luta

Brasil soma mais uma vitória no Mundial de Boxe, mas perde a primeira luta

Ronaldo da Silva (51kg) passou por decisão unânime pelo representante do Taipé, Tu Po-Wei, enquanto Wanderley Pereira (75 kg) perdeu para o cubano Yoleis Martinez

Wilson Baldini Jr.

26 de outubro de 2021 | 19h26

 

A equipe brasileira masculina de boxe, que disputa o Mundial em Belgrado, na Sérvia, somou, nesta terça-feira, uma vitória com Ronaldo da Silva e uma derrota com Wanderley Pereira no segundo dia de combates.

Ronaldo da Silva (51kg) passou por decisão unânime dos jurados pelo representante do Taipé, Tu Po-Wei, após os três rounds disputados. O brasileiro garantiu presença na segunda rodada na categoria dos moscas.

Já o peso médio Wanderley Pereira (75 kg) fez um bom combate diante do cubano Yoleis Martinez, mas não superou a maior velocidade e técnica do adversário, apontado como vencedor também decisão total dos jurados (5 a 0).

A delegação brasileira ainda conta com Michael Trinidade Douglas (54kg), Nicollas De Jesus (63,5kg), Fernando Da Silva Luiz (71kg), Isaias Filho (80kg), Keno Machado (86kg) e Abner Teixeira da Silva (92kg). Luiz Gabriel Oliveira (57kg) e Wanderson De Oliveira (67kg) venceram e já estão na segunda rodada.

A competição, que conta com a participação de 508 atletas, de 88 países, vai até 6 de novembro e nesta edição a novidade do Mundial é que a Associação Internacional de Boxe (AIBA) vai distribuir US$ 2,6 milhões aos medalhistas. O ouro vale US$ 100 mil, a prata representa US$ 50 mil e o bronze garante US$ 25 mil.

Tudo o que sabemos sobre:

boxe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.