Canelo derrota o ‘gigante’ Callum Smith e diz que esta é a sua era no boxe

Canelo derrota o ‘gigante’ Callum Smith e diz que esta é a sua era no boxe

Mexicano pretende unificar o título mundial dos supermédios: 'Nunca me senti tão bem na carreira. Eu estou mais forte, menos desgastado'

Wilson Baldini Jr.

20 de dezembro de 2020 | 03h10

 

Mais forte do que nunca, Saul Canelo Alvarez derrotou o “gigante” Callum Smith, por pontos, neste sábado, em San Antonio, no Texas. A decisão dos jurados foi unânime: 119 a 109 (2) e 117 a 111.

Com o resultado, o mexicano ficou com os cinturões dos supermédios do Conselho Mundial e da Associação Mundial de Boxe.

Canelo soma agora 54 vitórias (36 nocautes), dois empates e uma derrota. Smith perdeu pela primeira vez na carreira, após 27 vitórias (19 nocautes).

“Nunca me senti tão bem na carreira. Eu estou mais forte, menos desgastado. Esta é a era de Canelo”, disse Canelo, que planeja unificar os cinturões dos pesos supermédios. Ao mesmo tempo, o boxeador não descartou um terceiro duelo com Gennady GGG Golovkin. “Se os torcedores querem, podemos fazer acontecer.”

Com a presença de cerca de 12 mil espectadores no Alamodome, so dois boxeadores iniciaram a luta com muito estudo. Canelo, de 1,73 metro de altura, visivelmente calculava cada passo na tentativa de furar a maior envergadura de Smith, de 1,91 metro (1,98 metro de envergadura contra 1,79 metro).

Smith seguiu tímido no segundo round e deixou a iniciativa para Canelo, que começou a soltar mais a esquerda em gancho no terceiro assalto, enquanto o britânico tentou colocar algumas sequências sem sucesso.

No quarto assalto, Canelo encurtou a distância e atacou a linha de cintura. Smith aceitou a troca de golpes. O quinto round e o sexto rounds foram do inglês, que conseguiu diminuir o ímpeto do mexicano.

A segunda parte da luta foi de Canelo, que passou a utilizar bem os jabs e os golpes na linha de cintura. Smith tentou acertar sequências de três, quatro golpes, mas não foi feliz.

No décimo round, Smith demonstrou cansaço e apelou para os clinches pela primeira vez. Com Canelo no mesmo ritmo, Smith erra muito no penúltimo round. No assalto final, o mexicano tentou o nocaute até o fim, mas  valentia de Smith o manteve em pé.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeSaul Canelo AlvarezCallum Smith

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.