Canelo diz que luta com GGG em 17 de setembro vai ser pessoal

Canelo diz que luta com GGG em 17 de setembro vai ser pessoal

Gennady Golovkin afirmou que mexicano é uma farsa, após ter sido flagrado no doping em 2018

Wilson Baldini Jr.

27 de junho de 2022 | 16h59

 

Canelo disse, nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, em Nova York, que a terceira luta com GGG em 17 de setembro, em Las Vegas, vai ser pessoal. Gennady Golovkin afirmou que o mexicano é uma farsa, após ter sido flagrado no doping em 2018. O terceiro duelo, a exemplo dos dois anteriores, vai ser disputada na T-Mobile Arena, em Las Vegas.

GGG lutou pela última vez em 9 de abril, quando venceu o japonês Ryota Murata. Ele ficou com o cinturão mundial da AMB e já era campeão pela FIB. Se o lutador do Cazaquistão abdicar do cinturão, o brasileiro Esquiva Falcão poderá lutar pelo cinturão com o australiano Michael Zerafa.

Canelo perdeu no dia 8 de maio para o russo Dmitry Bivol por pontos, quando tentou o título mundial dos meio-pesados da Associação Mundial de Boxe.

Canelo e GGG se enfrentaram duas vezes. Em 2017, houve empate e no ano seguinte a vitória ficou para o mexicano.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeGGGCanelo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.