Canelo e as revanches fez lembrar Maguila com Falconi e Van Den Oetelaar

Canelo e as revanches fez lembrar Maguila com Falconi e Van Den Oetelaar

Se vencer GGG e Bivol, Canelo 'limpa' a carreira. Em caso de derrota, poderá perder a credibilidade. Serão momentos sensacionais! 

Wilson Baldini Jr.

25 de maio de 2022 | 14h01

 

Em 1985, Adilson Maguila Rodrigues sofreu duas derrotas que poderiam ter encerrado sua carreira. Os nocautes sofridos para o argentino Walter Daniel Falconi e para o holandês Andre van den Oetelaar foram traumáticas.

O locutor/empresário Luciano do Valle trouxe o ex-campeão Miguel de Oliveira para ser o técnico e a estratégia foi encarar os ‘demônios’ mais uma vez para ‘limpar’ a carreira. Pois na revanche, o peso pesado nacional venceu e retomou sua carreira de forma intensa até disputar a eliminatória pelo título mundial contra Evander Holyfield, em 1989.

Parece que Saul Canelo Alvarez quer tomar uma atitude semelhante. Por mais que vença, o mexicano sempre é cobrado por uma terceira luta com Gennady GGG Golovkin. Desde de 7 de maio, ele também convive com uma dura derrota para Dmitry Bivol.

Nesta semana, o campeão unificado dos supermédios revelou que terá a terceira luta com GGG, após uma vitória e um empate bastante contestados. Na sequência, ele quer a revanche com Bivol.

Se vencer, Canelo ‘limpa’ a carreira. Em caso de derrota, poderá perder a credibilidade. Serão momentos sensacionais!

Tudo o que sabemos sobre:

boxeCaneloMaguila

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.