Canelo pega suspensão de seis meses e pode encarar GGG em setembro

Canelo pega suspensão de seis meses e pode encarar GGG em setembro

Mexicano foi julgado pela Comissão Atlética de Nevada por ter sido flagrado no exame antidoping

Wilson Baldini Jr.

18 de abril de 2018 | 13h54

Steve Marcus/Reuters

 

Em rápida audiência, a Comissão Atlética de Nevada suspendeu, nesta quarta-feira, por cinco votos a zero, por um ano o boxeador mexicano Saul Canelo Alvarez, por ter sido flagrado pelo uso de clenbuterol. Mas como o pugilista colaborou com as investigações, a punição foi reduzida para seis meses.

Com isso, Canelo estará livre para lutar em 17 de agosto, seis meses após o primeiro teste positivo. Com isso, ele poderá lutar com Gennady Golovkin em setembro, desde que GGG vença Vanes Martirosyan, em 5 de maio.

Canelo aproveitou o período para sofrer uma cirurgia no joelho direito e deverá voltar aos treinamentos dentro de quatro semanas.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: