Canelo planeja pelo menos três lutas em 2021: fevereiro, maio e setembro

Canelo planeja pelo menos três lutas em 2021: fevereiro, maio e setembro

Plano do mexicano e do técnico Eddy Reynoso é enfrentar o turco Avni Yildirim, o britânico BJ Saunders e o americano Caleb Plant

Wilson Baldini Jr.

05 de janeiro de 2021 | 10h36

 

Saul Canelo Alvarez planeja um ano de 2021 bastante agitado com pelo menos três lutas: fevereiro, maio e setembro. Todas na categoria dos supermédios para unificar os principais cinturões. Os três possíveis adversários são o turco Avni Yildirim, o britânico BJ Saunders e o americano Caleb Plant.

O duelo com Yildirim, segundo do ranking do Conselho Mundial de Boxe, poderá ser em Guadalajara, cidade natal de Canelo. Com Saunders, campeão da Organização Mundial de Boxe, e Plant, dono do cinturão da Federação Internacional de Boxe. os duelos poderão ser em Las Vegas.

Reynoso deixou em aberto a possibilidade de uma quarta luta no ano, eme dezembro, mas tudo vai depender dos resultados, das negociações e da pandemia.

Com isso, acaba a expectativa de um terceiro duelo com Gennady GGG Golovkin, após uma vitória e um empate. A partir de 2022, a ideia de Canelo é passar para os meio-pesados, categoria na qual já ganhou um títuloa, ao bater em 2019 o russo Sergey Kovalev.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeCanelo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.