CMB e AMB consideram Saúl Canelo Álvarez “inocente” no caso de doping

CMB e AMB consideram Saúl Canelo Álvarez “inocente” no caso de doping

Presidentes das entidades acreditam que pugilista comeu alimento contaminado

Wilson Baldini Jr.

07 Março 2018 | 14h51

crédito: John Locher/AP

Mauricio Sulaimán, presidente do Conselho Mundial de Boxe, e  Gilberto Mendoza Jr., presidente da Associação Mundial de Boxe, consideram Saúl “Canelo” Álvarez “inocente” no caso de doping.

Os influentes dirigentes consideram que o atleta foi flagrado no exame antidoping por ingerir carne contaminada com clenbuterol. Vários casos foram registrados com atletas de outras modalidades.

Com o apoio de Sulaimán e Mendoza, o duelo entre Canelo e Gennady GGG Golovkin deverá ocorrer em 5 de maio, na cidade de Las Vegas.

A Comissão Atlética de Nevada iniciou investigações. Canelo vai passar a treinar nos Estados Unidos