Com ‘desprezo’ pelo coronavírus, Nicarágua anuncia noitada de boxe neste sábado

Com ‘desprezo’ pelo coronavírus, Nicarágua anuncia noitada de boxe neste sábado

Segundo presidente Daniel Otega são apenas dez casos, com duas mortes. Meios de comunicação indicam 32 mil infectados

Wilson Baldini Jr.

22 de abril de 2020 | 19h07

 

O presidente Daniel Ortega ignora a pandemia do coronavírus na Nicarágua, assim como acontece no  Turcomenistão e Bielorrússia,  e liberou missas, festivais e competições esportivas no País.

Com isso, uma programação de quatro lutas de boxe está prevista para acontecer neste sábado, no Poliesportivo Alexis Arguello (maior boxeador nicaraguense da história) na capital Manágua, com transmissão da ESPN.

Oficialmente, a Nicarágua registra apenas dez casos, com duas mortes, mas alguns meios de comunicação chegam a divulgar que o número de casos já teria atingido a marca de 32 mil entre os 6,5 milhões de nicaraguenses.

Nas redes sociais, é possível notar a alegria e satisfação por parte de alguns nicaraguenses pela possibilidade de acompanhar um evento esportivo.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeNicaráguacoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.