Conselho Mundial de Boxe deve anunciar nova categoria entre cruzadores e pesos pesados

Novo peso vai ficar entre os 86,1 quilos e 101,6 quilos e seria a 18ª categoria no pugilismo. Demais entidades também deve adotar a nova medida

Wilson Baldini Jr.

18 de outubro de 2020 | 12h42

 

O Conselho Mundial de Boxe estuda a possibilidade de adotar uma 18ª categoria no boxe internacional. O novo peso ficaria os pesos cruzadores e os pesos pesados. A medida pode ser tomada a partir de 2021.

Os cruzadores voltariam a ter como limite as 190 libras (86,1uilos) e não mais 200 libras (90,7 quilos), enquanto para ser considerado ‘pesado’ o pugilista deveria pesar no mínimo 101,6 quilos.

O motivo seria o tamanho grande dos lutadores atuais, o que causam alguns duelos com pesos desproporcionais. Um exemplo foi o primeiro combate entre Deontay Wilder e Tyson Fury, em 2018, quando o britânico pesou 256 libras (116,1 quilos) contra 213 (96,6 quilos) do norte-americano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: