Cubano Guillermo Rigondeaux perde 80% da visão em acidente caseiro

Cubano Guillermo Rigondeaux perde 80% da visão em acidente caseiro

Bicampeão olímpico, boxeador ganhou notoriedade no Brasil ao desertar da delegação cubana durante o Pan do Rio, em 2007, juntamente com o compatriota Erislandy Lara

Wilson Baldini Jr.

05 de março de 2022 | 21h49

 

O cubano Guillermo Rigondeaux perdeu temporariamente 80% da visão após sofrer um acidente caseiro, em Miami. Segundo os médicos, ele poderá recuperar a visão gradativamente. Uma panela de pressão explodiu e atingiu o boxeador bicampeão olímpico, que ganhou notoriedade no Brasil ao desertar da delegação cubana durante o Pan do Rio, em 2007, juntamente com o compatriota Erislandy Lara.

Rigondeaux estava cozinhando feijão preto cubano quando algo deu errado, fazendo com que a panela de pressão explodisse. A água fervente espirrou em seus olhos, segundo disse à ESPN americana Alex Boronte, seu manager. O lutador teve as duas córneas gravemente queimadas. Seu peito também foi atingido.

O pugilista foi transportado para o Kendall Regional Medical Center. Seus olhos receberam anestesia e foram enfaixados antes de ele ser liberado. “Ele fez isso um milhão de vezes”, disse Boronte, referindo-se a uma das refeições favoritas de Rigondeaux.

Rigondeaux é um dos maiores boxeadores olímpicos da história. Como profissional, sua maior vitória foi em 2013 sobre o filipino Nonito Donaire. Perto de completar 42 anos, o cubano soma duas derrotas consecutivas, sendo a última há uma semana diante do desconhecido Vincent Astrolabio por decisão unânime e bastante discutida.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeGuillermo Rigondeaux

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.