Daniel DDD Dubois vence pela 13ª vez e mostra que pode ser o futuro dos pesos pesados

Daniel DDD Dubois vence pela 13ª vez e mostra que pode ser o futuro dos pesos pesados

Veloz nas pernas e nos braços, britânico, de 22 anos, precisa de 2min10 para liquidar com o ganês Ebenezer Tetteh, em Londres

Wilson Baldini Jr.

28 de setembro de 2019 | 01h23

 

Com grande evolução técnica e física, o britânico Daniel DDD Dubois não teve dificuldades para liquidar com o ganês Ebenezer Tetteh, aos 2min10 do primeiro assalto, em duelo disputado nesta sexta-feira, em Londres. Com a vitória, o pugilista ganhou o cinturão da Comunidade Britânica e o Internacional da Organização Mundial de Boxe (OMB).

Apesar dos 108 quilos e da quantidade imensa de músculos, Dubois mostrou velocidade nas pernas e nos braços. Conseguiu um primeiro knockdown, após boa sequência de quatro golpes, dois deles na linha de cintura do adversário. Tetteh levantou para receber mais alguns golpes e ir à lona mais uma vez. Após nova contagem até oito, o árbitro Mark Lyson entendeu que o africano não estava em condições e paralisou o combate.

Dubois chega à 13ª vitória, com 12 nocautes, e mostra ao empresário Frank Warren que está preparado para enfrentar adversários mais gabaritados. Aos 22 anos, o lutador, de 1,96 metro de altura, tem tudo para ser o destaque da principal categoria do boxe nos próximos anos.

Dubois está em 9º no ranking da OMB, 15º na Federação Internacional de Boxe e 28º do Conselho Mundial de Boxe.

 

Veja a luta:

Tudo o que sabemos sobre:

boxeDaniel DuboisDDDFrank Warren

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.