DAZN avisa Saul Canelo Alvarez: só paga US$ 35 milhões para uma trilogia com GGG

Streaming com quem o boxeador mexicano tem contrato de US$ 365 milhões exige um adversário "forte" para a sua próxima luta prevista ainda para 2020

Wilson Baldini Jr.

03 de setembro de 2020 | 02h21

 

A plataforma DAZN avisou Saul Canelo Alvarez que o mexicano poderá enfrentar qualquer adversário em sua próxima luta, prevista ainda para 2020. Mas o advertiu para um detalhe: só vai pagar US$ 35 milhões de bolsa se o adversário for o casaque Gennady GGG Golovkin.

Os diretores do DAZN e os representantes da Golden Boy Promotions, empresa de Oscar De La Hoya, com quem Canelo tem contrato, se reuniram nesta semana e as negociações foram duras. De La Hoya querendo fechar uma data, enquanto a preocupação maior do DAZn é com relação ao rival.

Afinal, o evento não terá público e a venda de assinaturas só atingirá um número favorável com uma atração de peso. Adversários como BJ Saunders e Callum Smith, segundo o DAZN, não ajudam para que a bolsa de Canelo atinja US$ 35 milhões.

Há dois anos, Canelo assinou contrato de 11 lutas com a DAZN por US$ 365 milhões. Até agora, o mexicano só realizou três combates: Rocky Fielding, Daneil Jacobs e Sergey Kovalev.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: