Deontay Wilder e Tyson Fury vão ganhar US$ 25 milhões para o duelo deste sábado

Bolsa dos boxeadores é de US$ 5 milhões. O restante da premiação sairá da venda do pay per view e de patrocinadores

Wilson Baldini Jr.

21 de fevereiro de 2020 | 01h34

 

Deontay Wilder e Tyson Fury vão ganhar cada um US$ 25 milhões para o duelo deste sábado, no ringue do MGM Hotel, em Las Vegas. A bolsa de cada pugilista será de US$ 5 milhões e o restante da premiação virá de uma porcentagem da venda do sistema pay per view e de patrocinadores.

Os dois vão ganhar mais dinheiro do que no primeiro duelo de 1.º de dezembro de 2018, que terminou empatado, Na oportunidade, Wilder recebeu US$ 4 milhões e o seu total atingiu US$ 13 milhões. Fury, por sua vez, recebeu US$ 3 milhões e o montante chegou a US$ 10,250 milhões.

Nos Estados Unidos, o pay per view custa US$ 80 na versão HD e US$ 70 no não HD. A expectativa é de que 1 milhão de assinaturas sejam comercializadas. No Estados Unidos só se pode ver pelo sistema pago, assim como na Grã-Bretanha. No Brasil não há previsão de transmissão.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeDeontay WilderTyson Fury

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: