Derrotado por Eder Jofre, cubano naturalizado José Legrá ‘nocauteia’ a covid-19

Cubano naturalizado, de 77 anos, passou 11 dias internado no Hospital Gómez Ulla, em Madri, por causa do coronavírus. Ele lutou com o Galo de Ouro em 1973, em Brasília

Wilson Baldini Jr.

28 de abril de 2020 | 09h10

 

O cubano naturalizado José Legrá, de 77 anos, teve alta na noite desta segunda-feira, após 11 dias internado no Hospital Gómez Ulla, em Madri, por causa do coronavírus, . A informação é da Federação Espanhola de Boxe.

Em 1973, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, Legrá, conhecido como o “Mini Cassius Clay”, colocou o cinturão mundial dos pesos penas em jogo diante de Eder Jofre. Dois jurados foram a favor do brasileiro, enquanto outro viu o duelo empatado, após 15 assaltos.

Grande para a categoria e dono de braços longos, Legra, o “Puma de  Baracoa” (sua cidade natal em Cuba) foi um boxeador de estilo clássico, com ótimo jogo de pernas e colocação impressionante nos golpes. Disputou 144 combates, venceu 129 (49 nocautes), perdeu 11 vezes e empatou em quatro oportunidades.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEder JofreJose Legra

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: