Eddie Hearn promete anunciar Anthony Joshua x Tyson Fury em breve: US$ 100 milhões para cada um

Eddie Hearn promete anunciar Anthony Joshua x Tyson Fury em breve: US$ 100 milhões para cada um

Sonho do empresário inglês é ainda organizar o vencedor entre Alexander Povetkin x Dillian Whyte com Deontay Wilder e o duelo Oleksandr Usyk x Joe Joyce

Wilson Baldini Jr.

23 de janeiro de 2021 | 12h06

 

Os britânicos Anthony Joshua e Tyson Fury vão se enfrentar duas vezes em 2021. Pelo menos, este é o sonho do empresário Eddie Hearn. Em recente entrevista, o “dono do boxe mundial” revelou que um acerto para a unificação dos títulos dos pesos pesados deverá ser anunciado em breve. Até a bolsa de Joshua e Fury estaria definida: US$ 100 milhões (cerca de R$ 547 milhões).

O que estaria impedindo um anúncio oficial seria o local da luta. Arábia Saudita surge como principal opção, mas outros países estão na lista do empresário.

Para contentar todas as partes envolvidas, Hearn também tem como sonho ainda organizar o vencedor entre Alexander Povetkin x Dillian Whyte com Deontay Wilder, pelo cinturão do CMB, e o duelo Oleksandr Usyk x Joe Joyce, como eliminatória da OMB. Desta forma, Hearn conseguiria manter todos os títulos (CMB, AMB, FIB e OMB) em disputa no combate Fury x Joshua.

Por enquanto, nada foi assinado, mas seria muito legal. Faria a gente lembrar de 1996, quando Don King colocou três lutas por título mundial no mesmo dia: Mike Tyson x Evander Holyfield (AMB), Michael Moorer x Frans Botha (FIB) e Henry Akinwande x Alexander Zolkin.

Só nos resta esperar…

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEddie HearnAnthony JoshuaTyson Fury

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.