Eder Jofre vibra com o título de Patrick Teixeira: ‘Rival duro valorizou a vitória’

Eder Jofre vibra com o título de Patrick Teixeira: ‘Rival duro valorizou a vitória’

Maior peso galo da história do boxe festeja a grande vitória obtida pelo boxe brasileiro no sábado à noite, em Las Vegas

Wilson Baldini Jr.

01 de dezembro de 2019 | 15h04

 

Eder Jofre, o maior peso galo da história do boxe, vibrou com a vitória de Patrick Teixeira, sábado, à noite, em Las Vegas, diante do panamenho Carlos Adames, que valeu o cinturão mundial dos médios-ligeiros da Organização Mundial de Boxe.

“Assisti a luta sim, vibrei com a queda do adversário , achei que o Patrick venceria ali , mas não foi possível porque o rival era muito duro e assim valorizou mais ainda a vitória do Brasil. Parabéns Patrick Teixeira”, disse o eterno “Galo de Ouro”, de 83 anos.

Eder referiu-se ao knockdown sofrido pelo lutador da República Dominicana no sétimo assalto, após boa sequência de cruzados aplicada por Patrick. Adames levantou tonto, mas foi salvo pelo gongo.

Primeiro campeão mundial do Brasil, Eder Jofre foi campeão dos galos de 1960 a 1965 e também dos penas de 1973 a 1974.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.