Em 1987, George Foreman retornou após uma década, aos 38 anos, e mudou o conceito esportivo

Em 1987, George Foreman retornou após uma década, aos 38 anos, e mudou o conceito esportivo

Depois de Big George, o estudo da fisiologia a procurar métodos para alongar as carreiras. Tyson e Jones, talvez, estejam iniciando algo a ser celebrado no futuro

Wilson Baldini Jr.

28 de novembro de 2020 | 01h59

 

Em 1987, George Foreman retornou aos ringues após uma década afastado. Aos 38 anos, Big George conseguiu lutar em alto nível e ganhou, em 1994, pela segunda vez o título mundial, mudando o conceito esportivo.

Outros veteranos tentaram o mesmo sucesso de Foreman. O nadador Mark Sptiz e o tenista Bjorn Borg, mas não tiveram sucesso. Mas estas tentativas frustradas motivaram o estudo da fisiologia a procurar métodos para alongar as carreiras e os nomes famosos ganharam o apoio de publicidades.

A partir daí, a idade limite para muitos esportes aumentou sensivelmente e ficou comum ver atletas com 40 anos atuando em alto nível, ganhando títulos e medalhas.

Mike Tyson e Roy Jones Jr., talvez, possam estar iniciando algo a ser celebrado no futuro. Tudo vai depender da atuação deles, neste sábado, em Los Angeles.

Tudo o que sabemos sobre:

George ForemanMike TysonRoy Jones Jr.boxe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.