Em 2003, Roy Jones Jr. recusou US$ 40 milhões para enfrentar Mike Tyson

Em 2003, Roy Jones Jr. recusou US$ 40 milhões para enfrentar Mike Tyson

Na época, Jones havia derrotado John Ruiz para ficar com o cinturão dos pesados da AMB e preferiu encarar Antonio Tarver pelo título dos meio-pesados

Wilson Baldini Jr.

06 de setembro de 2019 | 01h24

 

O boxe perdeu a oportunidade de ver duas lendas se enfrentarem em 2003. Roy Jones Jr. recusou uma oferta de US$ 40 milhões para enfrentar Mike Tyson, segundo o ex-campeão mundial Andre Ward, que tinha o mesmo empresário de Jones.

Campeão dos médios, supermédios e meio-pesados, Jones encarou John Ruiz em 1º de março de 2003 e conquistou o cinturão da AMB de forma sensacional. Uma semana antes, em 22 de fevereiro, Tyson havia derrotado Clifford Ettiene por nocaute no primeiro assalto, mas não era nem sombra do destruidor da segunda metade dos anos 80.

Surgiu a oportunudade de Jones encarar Tyson, colocando o cinturão da AMB em jogo. Em 2002, Tyson fora nocauteado por Lennox Lewis no oitavo assalto. Jones preferiu enfrentar Antonio Tarver em 8 de novembro de 2003. Ele venceria antes de perder outros dois duelos da trilogia.

Tyson, por sua vez, só voltou ao ringue em 30 de julho de 2004, quando perdeu para Danny Williams em sua penúltima luta da carreira, que seria encerrada em 2005, após derrota para Kevin McBride.

Além de Tyson, segundo Ward, Jones também deixou de enfrentar Lennox Lewis, Evander Holyfield e os irmãos Vitaly e Wladimir Klitschko.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeRoy JonesMike Tyson

Tendências: