Em seu duelo mais difícil, Esquiva Falcão luta bem e nocauteia mexicano no oitavo assalto

Pressionado pelo rival, brasileiro dominou o combate, sofreu um corte, mas conseguiu importante vitória nos Estados Unidos

Wilson Baldini Jr.

19 de julho de 2019 | 20h27

 

Em sua luta mais difícil como profissional, o brasileiro Esquiva falcão conquistou a 24ª vitória consecutiva, ao derrotar, nesta sexta-feira, em Maryland, Estados Unidos, o mexicano Jesus Antonio Gutierrez, por nocaute técnico no oitavo assalto.

Sétimo colocado no ranking das três principais entidades (CMB, FIB e AMB), Esquiva mostrou bom preparo físico, sofreu com o assédio constante do rival, mas apresentou variedade de golpes e bom jogo de pernas.

No sexto assalto, sofreu um corte, talvez devido a uma cabeçada do mexicano. No oitavo, aumentou o ritmo e, com dois diretos de esquerda, derrubou o rival. Gutierrez levantou, mas Esquiva seguiu no ataque e o juiz paralisou o combate. Foi o 16º nocaute do brasileiro.

Agora, Esquiva fica no aguardo da Top Rank, empresa de Bob Arum, que patrocina o medalhista de prata em Londres-2012, para saber se terá a oportunidade de disputar o título mundial da Associação Mundial de Boxe, que pertence ao japonês Ryota Murata.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva FalcãoJesus Antonio Gutierrez

Tendências: