Esquiva Falcão chora e revela drama familiar: ‘Pior do que perder alguém’

Lutador contou que foi até uma 'boca de fumo' para pedir aos traficantes no bairro de Jacaraípe, em Serra (ES), onde mora, para não venderem drogas a um parente.

Wilson Baldini Jr.

21 de fevereiro de 2022 | 20h29

 

O boxeador Esquiva Falcão fez um desabafo, nesta segunda-feira à noite, em suas redes sociais, ao gravar um vídeo, no qual revelou estar passando por um drama familiar. O lutador chegou a chorar ao contar que foi até uma ‘boca de fumo’ para pedir aos traficantes no bairro de Jacaraípe, no município de Serra, no Espírito Santos, onde mora, para não venderem drogas a um parente.

“É uma dor pior do que perder alguém”, disse o número 1 do ranking mundial, que deverá disputar o título da Federação Internacional de Boxe ainda este ano. Esquiva perdeu a mãe em agosto.

O pugilista afirmou que foi procurar os traficantes a pedido do pai e ainda disse que aparelhos eletrônicos foram vendidos para a compra de drogas. “É uma situação muito triste. Não adianta a gente denunciar, pois a venda vai continuar em outro canto”, disse o boxeador, que deverá viajar nos próximos dias para os Estados Unidos, onde vai iniciar treinamento para sua próxima luta, ainda sem data definida.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva Falcão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.