Esquiva Falcão cobra Top Rank e exige luta por título mundial: ‘Pronto para ser campeão’

Esquiva Falcão cobra Top Rank e exige luta por título mundial: ‘Pronto para ser campeão’

Primeiro colocado no ranking da Federação Internacional de Boxe usou as redes sociais

Wilson Baldini Jr.

26 de junho de 2022 | 12h43

 

O brasileiro Esquiva Falcão, primeiro colocado dos pesos médios no ranking da Federação Internacional de Boxe (FIB), usou as redes sociais para cobrar a Top Rank, empresa com a qual tem contrato, e exigir uma luta pelo título mundial.

“Bob |(Arum, dono da empresa) estou pronto para ser campeão, o mundo está pronto para me receber como campeão”, escreveu o boxeador, que deverá disputar o cinturão ainda este ano contra o australiano Michael Zerafa, segundo da FIB.

A cobrança de Esquiva aconteceu no dia seguinte ao anúncio da luta pelo título mundial do também brasileiro Robson Conceição, dia 23 de setembro, diante do norte-americano Shakur Stevenson, pelos títulos dos superpenas do Conselho Mundial de Boxe (CMB) e Organização Mundial de Boxe (OMB).

Aos 32 anos, Esquiva, medalha de prata na Olimpíada de Londres/2012, tem um cartel invicto de 30 lutas, com 20 nocautes. Ele lutou pela última vez em 29 de maio, quando venceu o argentino Cristian Rios, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva FalcãoTop RankBob Arum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.