Esquiva Falcão enfrenta russo em 20 de fevereiro. Eliminatória pelo título fica para depois

Esquiva Falcão enfrenta russo em 20 de fevereiro. Eliminatória pelo título fica para depois

Adversário do brasileiro será Artur Akavov, de 35 anos, que já disputou duas vezes o título mundial e perdeu para Demetrius Andrade e BJ Saunders

Wilson Baldini Jr.

29 de dezembro de 2020 | 20h52

 

Os fãs de Esquiva Falcão vão esperar mais um pouco para ver o brasileiro na disputa de uma eliminatória do título mundial dos pesos médios. Nesta terça-feira foi anunciado que o medalhista de prata na Olimpíada de Londres/2012 vai lutar em 20 de fevereiro, em Las Vegas, contra o russo Artur Akavov.

Akavov, de 35 anos, tem um cartel de 20 vitórias (nove nocautes) e três derrotas, sendo duas em disputa de título mundial. Em 2016, o Wolverine, seu apelido, perdeu por pontos para o britânico BJ Saunders, em duelo equilibrado válido pelo cinturão da Organização Mundial de Boxe.

Ano passado, em janeiro, foi derrotado pelo norte-americano Demetrius Andrade por nocaute técnico no fim do 12º assalto. Apesar do bom cartel, o russo não figura no ranking de nenhuma grande entidade internacional. Ele não lutou em 2020.

“Foi uma ótima escolha o russo Akavov. Daqui pra frente a pedreira só vai aumentar. Já estava bem preparado antes das festas de fim de ano e sigo no ritmo em casa, no Brasil. Voltando para os Estados Unidos o trabalho se intensifica e vamos ser campeões”, disse Esquiva Falcão, que viaja nos primeiros dias do ano novo para Riverside, nos Estados Unidos, para retomar o camping de treinamento na Robert Garcia Academy.

“Depois dessa luta decidiremos”, disse Sergio Batarelli, referindo-se à luta eliminatória por um título mundial.

O invicto Esquiva, que lutou duas vezes este ano, soma 27 vitórias, com 19 nocautes. Ele ocupa o quinto lugar na FIB e OMB, além de ser sétimo no CMB.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva Falcão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.