Esquiva Falcão não chega a um acordo financeiro para a disputa do título mundial da OMB

Sergio Batarelli, manager do boxeador brasileiro, considerou baixa a proposta feita para um duelo com Zhanibek Alimkhanuly, pelo cinturão interino dos médios

Wilson Baldini Jr.

11 de fevereiro de 2022 | 19h34

 

Esquiva Falcão não chegou a um acordo financeiro para a disputa do título mundial interino da Organização Mundial de Boxe (OMB).  Sergio Batarelli, manager do boxeador brasileiro, considerou baixa a proposta feita para um duelo com Zhanibek Alimkhanuly, pelo cinturão dos médios.

Com isso, Esquiva, que é o primeiro do ranking da Federação Internacional de Boxe, vai aguardar uma definição da luta entre o campeão Gennady Golovkin e o japonês Ryota Murata, que deverá acontecer em abril, no Japão.

Segundo Batarelli, Esquiva deverá fazer uma luta até maio para se manter em forma e estar preparado para uma provável disputa de cinturão no segundo semestre. Existe a possibilidade de GGG subir para os supermédios e deixar o cinturão da FIB vago.

 

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva Falcão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.