Esquiva Falcão, Patrick Teixeira e Robson Conceição devem disputar título mundial em 2022

Peso médio luta eliminatória em novembro, médio-ligeiro disputa em dezembro e o superpena pode voltar ao ringue no início do ano que vem

Wilson Baldini Jr.

02 de outubro de 2021 | 10h30

 

O boxe brasileiro deve disputar três títulos mundiais em 2022. O peso médio Esquiva Falcão luta eliminatória em novembro, o médio-ligeiro Patrick Teixeira disputa em dezembro e o superpena Robson Conceição pode voltar ao ringue no início do ano que vem.

Esquiva será o primeiro a entrar em ação, ao enfrentar, em 20 de novembro o canadense Patricky Volny. O brasileiro é o quinto do ranking da Federação Internacional de Boxe (FIB), enquanto o adversário é o sexto. O vencedor será o desafiante oficial do campeão Gennady GGG Golovkin.

Patrick, ex-campeão mundial, está nos Estados Unidos, onde treina para o duelo de 11 de dezembro, contra o russo Magomed Kurbanov. O brasileiro é o quarto colocado no ranking da Organização Mundial de Boxe (OMB), enquanto o rival é o segundo da lista. O duelo será na Rússia, em local a ser definido. Se vencer, Patrick poderá ter uma revanche diante do argentino Brian Castaño para quem perdeu o cinturão, em fevereiro.

Já Robson Conceição, que aguarda uma análise do Conselho Mundial de Boxe (CMB) resultado da luta doa dia 10 de setembro, diante de Oscar Valdez, na qual foi claramente prejudicado, deverá fazer uma eliminatória diante de um adversário ranqueado.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.