Esquiva Falcão vai permanecer nos EUA até a disputa do título mundial

Esquiva Falcão vai permanecer nos EUA até a disputa do título mundial

Peso médio disse que não quer perder o foco e planeja mais uma luta para 20 de outubro

Wilson Baldini Jr.

01 Agosto 2018 | 13h15

 

Disputar um título mundial no boxe é para poucos. É com este pensamento que Esquiva Falcão anunciou que só volta para o Brasil após a disputa do cinturão da Associação Mundial de Boxe (AMB) diante do japonês Ryota Murata.

“Não vou para o Brasil para dar continuidade aos treinamentos. Semana que vem recomeço  a treinar forte novamente”, disse o peso médio, nono colocado no ranking da AMB. “Devo lutar dia 20 de outubro, em Las Vegas, e depois pelo cinturão. Não posso perder o foco. Tenho que estar preparado 100% a qualquer momento.”

Esquiva está na Califórnia, onde treina sob as orientações do técnico Robert Garcia, um dos melhores da atualidade.

Esquiva lutou sábado passado e venceu o mexicano Jonathan Tavira com facilidade no primeiro assalto.

Segundo a Top Rank, empresa que cuida da carreira do brasileiro, o duelo com Murata deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2019.

Esquiva, prata na Olimpíada de Londres-2012, soma 21 vitórias como profissional.