Esquiva Falcão vence argentino, mas precisa de algo novo para a disputa do título mundial

Esquiva Falcão vence argentino, mas precisa de algo novo para a disputa do título mundial

Brasileiro precisa voltar logo para os EUA, montar um esquema de treino diferente e programar sequências inéditas para surpreender o futuro rival. Seja qual for

Wilson Baldini Jr.

30 de maio de 2022 | 13h56

 

Esquiva Falcão venceu sem grandes problemas o argentino Cristina Rios, neste domingo, na Arena de Lutas, em São Paulo, por pontos, após dez assaltos.

Com isso, ratificou sua condição de número 1 do mundo pela Federação Internacional de Boxe, mas precisa de algo novo em sua forma de lutar para ficar com o cinturão.

O jab de direita, o direto de esquerda e os golpes na linha de cintura, sem a potência de um ‘pegador’ e nem com grande velocidade e aceleração, não parecem suficientes para a glória máxima, seja diante de GGG, Michael Zerafa ou qualquer outro adversário de maior nível técnico.

Esquiva precisa voltar logo para os Estados Unidos, montar um esquema de treino diferente do atual e programar sequências novas para surpreender o futuro rival. Seja qual for.

Chegou a hora do tudo ou nada! Esquiva vai conseguir ter tudo.

Tudo o que sabemos sobre:

boxeEsquiva Falcão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.