Esquiva prefere Yamaguchi nos EUA a disputar o título brasileiro dos cruzadores

Wilson Baldini Jr.

10 de julho de 2021 | 16h14

 

Yamaguchi Falcão luta dia 24 pelo título brasileiro dos cruzadores. O medalhista de bronze olímpico em Londres/2012 se apresentou pela última vez em dezembro de 2019, quando empatou com o norte-americano D’Mitrius Ballard. Natural peso médio (72,5 quilos), vai estar com aproximadamente 15 quilos a mais.

Esquiva Falcão, seu irmão mais novo, está nos Estados Unidos se preparando para o duelo do dia 28 de agosto, na Alemanha, quando vai disputar uma eliminatória pelo título mundial, e afirmou em uma live nas redes sociais que preferiria que Yamaguchi tivesse atitude semelhante à dele e fosse treinar na Califórnia.

“Eu também gostaria de estar com minha família, mas é preciso sacrificar algumas coisas para se conseguir sucesso. Eu também queria estar com minha esposa e filhos, mas estou aqui. Tenho saudade, choro, mas a minha vitória será a deles também.”

Esquiva aconselhou o irmão mais velho a treinar com ele, sob orientação do técnico Robert Garcia. “Já falei e ele pode vir para cá.” Segundo ele, este título dos cruzadores, apesar de importante, não vai significar muita coisa na carreira de Yamaguchi.

Profissional desde 2014, Yamaguchi soma 16 vitórias (sete nocautes), uma derrota e um empate.

Tudo o que sabemos sobre:

boxe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.