Ex-campeão mundial, Popó dá aula de boxe para Whindersson Nunes e aposta: ‘Ele leva jeito’

Ex-campeão mundial, Popó dá aula de boxe para Whindersson Nunes e aposta: ‘Ele leva jeito’

Tetracampeão mundial festeja o lançamento da série "Irmãos Freitas", que vai estrear no canal Space, dia 20, às 21 horas

Wilson Baldini Jr.

11 de outubro de 2019 | 16h06

 

Durante o lançamento da série “Irmãos Freitas”, que tem estreia marcada para dia 20, às 21 horas, no canal Space, Acelino Popó Freitas aproveitou para comentar, com exclusividade para este blog, o treino que fez com o youtuber Whindersson Nunes, na quarta-feira à tarde.

O ex-campeão se surpreendeu com o talento do jovem. “Tem muito. O menino é bom. Falei para ele se concentrar no boxe, pois estava treinando outras lutas. Acho que se ele treinar bem pode ganhar a Forja dos Campeões (tradicional torneio que reúne lutadores iniciantes). Mostrou talento.”

Popó também comentou o momento vivido pelos brasileiros Esquiva Falcão, Robson Conceição, Yamaguchi Falcão e Patrick Teixeira. “Confio plenamente que eles podem ser campeões. Confio na qualidade técnica deles, que todo mundo reconhece. Onde eles chegaram é preciso qualidade técnica e eles chegaram lá. O que mais me preocupa é que na hora decisiva da mão pesada, eles não têm. Mas fora isso eles têm todas as possibilidades.”

Entusiasmado com o sucesso da série, que conta a história de sua família e de sua carreira, Popó também falou da possibilidade de entrar para o Hall da Fama em 2021. “Me falaram que eu já poderia ter entrado este ano, mas é preciso esperar três anos de aposentadoria”, disse o boxeador, que parou de lutar em 2017. Caso consiga, Popó vai se unir a Eder Jofre, o único brasileiro entre os maiores da história da nobre arte.

O tetracampeão está de malas prontas para ir morar nos Estados Unidos, onde pretende abrir uma academia em Miami. “Minha documentação já foi aprovada pelo governo americano. Agora, só estou esperando a entrevista para acertar tudo.”

Tudo o que sabemos sobre:

boxePopóWhindersson Nunes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: